gototopgototop
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Watson ImageTom Boonen (OmegaPharma-Quick Step) continua a sua lista de vitórias, seguindo o E3 Harelbeke com vitória, hoje, no Gent-Wevelgem, Bélgica.

"Vencer é sempre bom," explicou Tom depois da corrida. "Eu disse em Janeiro, se não tiver lesões, estarei em forma."

Os problemas de joelho afastaram Boonen das grandes clássicas no ano passado, do Tour de Flanders e do Paris-Roubaix, mas ainda venceu o Gent-Wevelgem. A vitória de hoje é a sua terceira nas clássicas para "sprinters".

Boonen manteve-se calmo durante o desenrolar da corrida desde Deinze até à costa, marcando os seus rivais logo nas primeiras subidas e estabelecendo o trabalho da Omega Pharma depois da segunda subida ao Kemmelberg. O seu principal adversário, Fabian Cancellara (RadioShack-Nissan) atacou juntamente com Peter Sagan (Liquigas-Cannondale) depois da subida ao Monteberg e ainda ameaçaram estragar o dia.

Criaram um grupo que a dada altura chegou a ter 50 segundos de vantagem. A Omega Pharma diminuiu essa vantagem para 17 segundos e depois para 10 e finalmente a 22 km do final para zero. O grupo compunha-se agora por quase 30 elementos, o que era difícil de controlar, mas felizmente Boonen tinha a ajuda de Gert Steegmans e Gerald Ciolek.

"A minha equipa é forte e isso é bom para a minha confiança," disse Boonen. "É muito importante meter a faca nos dentes nestas competições.....Se andarmos na frente, é mais fácil. Os meus companheiros de equipa quiseram trabalhar porque sabiam que tinham um líder que podia terminar o seu trabalho."

Boonen terminou a prova à frente de Sagan e Matti Breschel (Rabobank). O seu maior rival para a Flanders este Domingo, Fabian Cancellara, terminou na 13ª posição. Todas as atenções estão apontadas para Boonen, uma vez que venceu as ultimas duas competições Belgas, o E3 Harelbeke e Gent-Wevelgem. A próxima vitória, esperam os fãs, será no Tour de Flanders. Se conseguir, será a terceira vez que conquista a maior competição do seu país.

"Primeiro que tudo, preciso desfrutar desta vitórias, depois irei concentrar-me na recuperação e no Flanders," continuou. "Estas vitórias para mim não mudam nada, talvez os media me considerem agora favorito. No entanto, nos meu apontamentos, o Fabian continua a ser o numero 1 para a Flanders."